“Foi lá na década de 1950 que a psicologia positiva começou a ganhar forma e um de seus precursores foi o psicólogo Abraham Maslow, aquele que criou a pirâmide das necessidades humanas. Maslow achava que tinha muita gente estudando as doenças, daí decidiu estudar a saúde. Essa ciência ensina que 50% da satisfação com a vida têm origem genética, 10% estão ligados ao ambiente e 40% dependem das decisões tomadas. Ou seja: boa parte do seu sucesso depende diretamente das suas escolhas. Para a psicologia positiva você é autor da sua própria história e não mero expectador ou vítima. Com forte senso de propósito e decisões conscientes a sua carreira tem maiores chances de decolar.”

E podemos ir além, anos de pesquisa da neurociência e da psicologia positiva comprovaram que a relação entre sucesso e felicidade é o contrário do que se costuma acreditar: a felicidade precede o sucesso, não é resultado dele.  O empenho em cultivar felicidade e otimismo estimula a nossa motivação, eficiência, criatividade, resiliência e até a nossa produtividade e, por consequência, melhora expocionalmente o nosso desempenho.

Veja como turbinar sua carreira utilizando conceitos da psicologia positiva nesse artigo.

Deixe seu comentário.

Comentar

Comments are closed.