Entender nossas emoções e as dos outros é essencial para ter resultadados satisfatórios na vida pessoal e profissional.

Vivemos a Era Dourada da neurociência, na qual pesquisas sobre a inteligência emocional são unânimes em demonstrar que o desenvolvimento das competências emocionais é o que de fato leva pessoas a terem sucesso em qualquer área da vida. Não são raros os artigos sustentando que o QI deixou de ser a melhor medida para avaliar as capacidades de uma pessoa.

“Quando o assunto é a sobrevivência e crescimento de um negócio, os empreendedores precisam não apenas de conhecimentos técnicos, mas saber lidar com pessoas e com emoções. Hoje, nenhum empreendedor sobrevive sem isso.” E essa máxima vale também para os escritórios de advocacia que, em última análise, são também empreendimentos a exigir não só o conhecimento cognitivo, intelectual compatível, como também habilidades de gestores que perpassam pela inteligência emocional.

Se te interessa saber como a inteligência emocional pode ajudar os empreendedores a vencer nos negócios, veja aqui.

 

Deixe seu comentário.

Comentar

Comments are closed.