É muito comum nos depararmos com pessoas que estão hoje, depois de todas as dificuldades vividas durante a faculdade, sofrendo intensamente com o exercício da profissão e com inúmeras dúvidas do tipo: “será que eu deveria mudar de profissão?”, “será mesmo que eu nasci para ser advogada?”; “porque eu não fiz aquele curso de publicidade que eu queria?”, “será que ainda é tempo de mudar?”.

Esses questionamentos além da dor que trazem, produzem também um efeito de paralisação. A pessoa simplesmente não consegue avançar na vida profissional (e nem pessoal!), prolongando o sofrimento, alimentando pensamentos negativos que só contribuem para tornar a situação ainda pior provocando problemas de saúde de toda ordem.

A verdade é que o coaching é comprovadamente capaz de auxiliar na solução desses impasses, no alinhamento profissional propriamente dito, em especial porque ele te faz não só enxergar claramente o que te impede hoje de viver os seus sonhos, mas também te auxilia a identificar qual é, de fato, a vida que gostaria de viver.

Bem, muitas pessoas escolhem atuar ou não como advogados, no decorrer do curso. Assim, muitos estudantes saem da faculdade com a decisão tomada e exercer a advocacia, muitas vezes, está fora de cogitação.

Outros, ao contrário, deixam a faculdade empolgados com a possibilidade de advogar e, algum tempo depois, em decorrência das dificuldades vivenciadas no início da carreira (que em alguns casos se prolonga vida afora!), começam a se questionar se não seria melhor buscar a carreira pública ou mesmo mudar de área de atuação.

Existem também aqueles que entendem o labor do exercício da advocacia e, ao invés de buscarem uma nova área, ficam a se questionar se é possível atuar com mais resultados, mais segurança e satisfação.

O alinhamento profissional começa a ser buscado durante a faculdade e se prolonga com a  experiência (ou não) na carreira. Fato é que é de suma importância ao advogado ter clareza quanto ao caminho que gostaria de trilhar porque isso o fará direcionar toda a sua capacidade, conhecimento, energia e vontade numa única direção, o que, obviamente, produzirá resultados melhores mais rapidamente.

A grande questão é que muitos profissionais não fazem ideia do que realmente lhes faria bem ou feliz.

Definir os rumos profissionais, exige, antes de tudo, uma profunda análise a respeito dos seus dons e talentos, a respeito das habilidades que já possui ou necessitaria desenvolver, a respeito, em especial, do seu perfil predominante, se mais ousado ou mais conservador.

Um perfil mais ousado, por exemplo, encara o exercício da advocacia como um desafio e, portanto, embora todo os percalços que a profissão traz, a pessoa se sente realizada pelo simples fato de estar superando a si mesma. Já um perfil mais conservador, embora também busque superar a si mesmo continuamente, não vê nesses altos e baixos da advocacia algo que seja necessário e tampouco se sente feliz em não ter uma “certa segurança”, assim, está mais propenso a se dedicar a alguma carreira pública ou mesmo a alguma nova área que lhe traga essa sensação de segurança.

 

Mas, como identificar qual o meu perfil? Como identificar quais são meus dons e talentos?

 

O primeiro passo é se perguntar! Sim, pode parecer estranho porque não fomos ensinados a nos questionar, mas o simples fato de fazer perguntas a si mesmo coloca seu cérebro numa outra postura. Ele vai buscar as respostas que precisamos!

O poder das perguntas é algo tão espetacular que na década de 1970, Sakichi Toyoda, da Toyota,  desenvolveu uma ferramenta de qualidade denominada os “5 porquês”[1], pela qual, o simples ato de perguntar porque um determinado problema está acontecendo, por 5 vezes, sempre relacionado à causa anterior, permite identificar a causa-raiz do problema e assim tomar a decisão e adotar a estratégia adequada à sua solução.

Note que eu estou trazendo para você uma ferramenta maravilhosa que tem de poderosa o que tem de simplicidade. Ou seja, de onde você está agora, você já pode começar sua caminhada rumo à identificação do que verdadeiramente te aflige e do que fazer para mudar.


O papel do Coaching no alinhamento profissional 

 

Quem passa pelo processo de coaching tem que estar disposto a viver um novo estilo de vida! Um novo estilo de vida de alta performance, produtividade e equilíbrio, tudo adquirido em especial pela autoanálise que o processo de coaching proporciona.

Conforme ressaltamos no artigo “Porque coaching para advogados”, o coaching integral sistêmico é uma poderosa ferramenta de desenvolvimento pessoal. Ele pode ser entendido também como um processo, já que a metodologia utilizada se assemelha a um processo que tem começo, meio e fim, e deve apresentar resultados mensuráveis ao final.

Dentre outras ferramentas igualmente poderosas, o coaching faz uso das Perguntas Poderosas de Sabedoria como ferramenta para identificação do problema, da raiz do problema, do que pode ser feito para corrigir a situação e isso tudo é identificado pelo próprio coachee (cliente), com a ajuda do coach (profissional).

Por não saber exatamente o que realmente gostaria de fazer, muitos profissionais seguem suas carreiras num misto que varia do sofrimento intenso à frustração e decepção, o que, não raro, respinga em todas as outras áreas da vida da pessoa.

Muitos pensam que não há saída, que deverão continuar com aquele trabalho frustrante até o fim da vida, outros acreditam que existem possibilidades dentro da carreira, porém não sabem onde buscar isso ou mesmo por onde começar. Outros, ainda, acham que a única solução possível é mudar radicalmente de área.

Essa análise e a consequente identificação do estado atual, por mais simples que pareça, é o que faz com que a pessoa perceba de fato os resultados que tem obtido e então defina quais seriam os resultados que a fariam produzir mais, a ter mais felicidade e realização.

 

O coaching auxilia na identificação de que rumo tomar e, principalmente, o momento propício para efetuar qualquer mudança.

 

 

É nesse processo de autoconhecimento que o coaching proporciona que a pessoa então consegue definir melhor o que supriria suas expectativas profissionais, financeiras e intelectuais.

A prática me mostra que é durante esse processo que muitos profissionais entendem, de uma vez por todas, que deram o direcionamento errado para a sua carreira ou mesmo que precisam adotar medidas urgentes para colocar sua vida profissional novamente nos trilhos.

Identificado o norte e o caminho a seguir, estaremos prontos para resgatar os recursos internos, desenvolver as habilidades necessárias para conduzir o o roteiro (planejamento) que fará com que o profissional atinja seus objetivo mais desejados.

Assim, durante o processo de coaching não é incomum ocorrer um alinhamento profissional, no qual advogados  decidam buscar a carreira pública, ou servidores públicos decidam viver o sonho da advocacia ou mesmo aqueles que entendam que a sua realização pessoal está bem longe do Direito.

A verdade é que para atingir resultados satisfatórios após a definição de um novo rumo, ainda que dentro da mesma área, exige do profissional foco, estratégia, atitude mental positiva, desenvolvimento de habilidades individuais e sociais que lhe permitam seguir adiante até alcançar o objetivo traçado.

Nesse aspecto, o coaching integral sistêmico surge como um aliado do profissional, pois a imersão proporcionada pelo processo permite ao coachee transformar atitudes e quebrar os ciclos de insatisfação generalizada ao desenvolver foco,  inteligência emocional, eliminar a procrastinação e a autossabotagem e assim dar um novo direcionamento, um novo sentido à sua vida, profissional e pessoal.

Você tem dúvidas a respeito do seu posicionamento profissional, está buscando mudanças ou alternativas para ser mais produtivo e feliz com o que vem fazendo? Ou está simplesmente buscando um novo alinhamento profissional? Então, acompanhe minhas publicações! Na minha funpage há vários conteúdos que podem te auxiliar a ter um novo olhar sobre a sua vida e carreira.

Divulgue aos amigos, pode ser que alguém esteja precisando ler isso para estruturar uma mudança profissional.

[1] Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/5_Whys

 

Deixe seu comentário.

Comentar

Comments are closed.