Segundo Travis Bradberry, um dos autores do livro Inteligência emocional 2.0 (HSM), a consciência social é a faceta da inteligência emocional que se volta para o exterior. É a capacidade de observação e reconhecimento das emoções de indivíduos e também de grupos, uma destreza que permite ajustar o comportamento adequando-o ao clima daquele instante.

Essa habilidade da inteligência emocional permite aos profissionais ter o controle do que dizer, quando dizer e de que modo dizer o que precisa ser dito. As palavras (e a entonação que usamos) tem um efeito poderoso sobre a nossa comunicação e pode trazer resultados positivos ou negativos a depender de como são usadas.

Ter domínio das nossas emoções e saber como conduzir nossa consciência social nos coloca numa posição de vantagem em relação áqueles que não possuem domínio próprio ou controle de si mesmos. Nesse sentido, vale a pena ler esse artigo e entender como simples frases podem afetar nossas relações  e nosso ambiente, como também  porquê razão deveríamos evitá-las se quisermos ser profissionais bem sucedidas, empáticas e respeitadas.

 

Deixe seu comentário.

Comentar

Comments are closed.